• Luana Pegorin

O Novo Olhar

Atualizado: Jan 2

“Perdas, lágrimas e despedidas, fazem parte da vida não é mesmo meu jovem?”




Desviando-se das nuvens carregadas daquela manhã, pude ver os tímidos raios de sol iluminando a Quaresmeira mais próxima do banco onde eu estava, devolvendo vida à intensa floração daquela árvore. O vento frio trouxe uma pétala até meu colo, e isso me fez lembrar o quanto mamãe adorava montar arranjos com flores que caiam das árvores. Mas ela não estava ali para colhê-la. E nunca mais estaria.


Só despertei dos meus pensamentos quando notei o banco ranger levemente após um senhor de cabelinhos brancos como nuvens sentar fragilmente ao meu lado. Confesso que estava tão atordoado que não notei quando ele pegou a carta que eu havia deixado cair. A carta que chegara de minha irmã, e me fizera vir até aqui para refletir a notícia tão dolorosa que ela carregava: nossa mãe havia morrido pela Covid-19.


Minha noção de tempo estava gravemente abalada e me pergunto até hoje por quantos minutos, ou talvez horas, se passaram até o instante em que ele se levantou, sorrindo calorosamente para mim e estendendo a mesma carta que notei conter uma anotação no verso. Permita que eu relate aqui, caro leitor, as palavras daquele senhor que me fizeram ter um novo olhar sobre nossa Pandemia Mundial:


“Perdas, lágrimas e despedidas, fazem parte da vida não é mesmo meu jovem?”


Ainda confuso, ergui o olhar e comecei a refletir o que ele havia escrito. O que essa Pandemia nos ensinou? Como ele disse, algumas perdas constituem capítulos dolorosos em nossa história, e quem sabe até mesmo de longas páginas. Mas o que seria de um livro se os personagens não passassem por esses momentos? Arrisco-me a dizer que se fazem necessários, tempos preciosos, em que aprendemos a valorizar a vida de quem está ao nosso lado.

Aprendemos que não basta cuidar somente de nós, mas sim termos o cuidado de preservar a saúde do outro. Sinto que mundo mudará quando superarmos, juntos, essa doença devastadora, pois cada um de nós levará consigo as lições dessa Pandemia para construirmos um futuro melhor. Um futuro em que estaremos mais atentos às necessidades do outro, atentos a nossa higiene, que precisa ser feita com precisão, e também a higiene de nossa amada Terra. Mas acima de tudo, aprendemos que só seremos fortes para continuar a escrever nossa história, se continuarmos juntos, assim como estamos agora, esperançosos que tudo passará.



25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo